I Fórum Intermunicipal de Cultura movimenta a Cultura Pontense

I Fórum Intermunicipal de Cultura movimenta a Cultura Pontense

Falar de cultura sempre é necessário, pois a “cultura é o tecido onde diferentes e diversos fios se entrelaçam”, e assim construímos a história de uma cidade e de um povo. Olhando para esse viés, aconteceu nesta sexta-feira (10/11) o I Fórum Intermunicipal de Cultura, no ginásio poliesportivo da Escola de Artes e Ofícios Antônio Tereza, situado no Bairro Denise. O evento teve como tema o “Resgate das Culturas tradicionais”. 

Participaram do evento 07 municípios da região, sendo elas: Brasília de Minas, Ibiracatu, Japonvar, Lontra, varzelândia, Verdelândia e São João da Ponte. 
O momento foi propício para fomentar a cultura local e traçar metas para 2018, englobando todas as manifestações artísticas.

Durante o evento, aconteceram apresentações musicais com artistas da cidade que integram o Núcleo de Atenção a Criança e ao Adolescente - NACA; leitura e votação do regimento do Fórum; grupos de trabalhos e apresentação das propostas e apresentações culturais das cidades convidadas. 

O carro chefe do "I Fórum" foi a palestra da Diretora de Interiorização da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, Mara Mattos Cardoso que abordou sobre o Sistema Estadual de Cultura e a lei de Incentivo à Cultura. 

Segundo Mara Mattos, "o evento é único e necessário, e a participação de todos é fundamental para que haja uma boa discussão das propostas que serão encaminhadas para os Governos Estadual e Federal. Estejam certos que esse Fórum torna este momento histórico para São João da Ponte, é aqui que começa a revelar novas formas de pensar na cultura", comenta a Diretora. 

Para que o Projeto pudesse sair do papel, o Departamento Municipal de Cultura movimentou todas as cidades e a população pontense. Segundo o Secretário de educação, André Luiz Lima, "a cultura é a construção de um processo social e é ela que nos fazem diferentes de outros seres. O Fórum Intermunicipal é de extrema importância, isso porque falar de cultura é falar de valores e de educação. Através da cultura somos capazes de adaptarmos em qualquer esfera social”. O secretário ainda em sua fala ressaltou a importância do evento para a troca de experiências entre os municípios em busca da valorização cultural da região.

É preciso resgatar a cultura regional, pois é través da cultura que uma cidade mostra os seus talentos e cria forças para unir-se com outras culturas. Falar de cultura é falar de respeito, de educação e, sobretudo, falar de cidadania.

Gilmar Pereira 
Jornalista e escritor

Galeria de Fotos: