Feira Livre da Agricultura Familiar Movimenta o Centro Pontense

Feira Livre da Agricultura Familiar Movimenta o Centro Pontense

A Prefeitura Municipal de São João da Ponte, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente e com o apoio da EMATER MG, realizou nesta última quinta, 10 de maio, a Feira Livre da Agricultura Familiar / Feira Cultural, na Praça Olímpio Campos com a participação de artesãos, artistas plásticos, agricultores familiares e cantores.
Esteve presente no evento o Prefeito Danilo Veloso, o secretário, Erivelto Cordeiro, o Gerente Regional da EMATER-MG, Geraldo Ricardo Neri Pinto, a Extensionista da Área de Bem Estar Social, Imaculada Pena, os Extensionistas da Área Agropecuária, Ramon Emanuel, Hugo Murta e Soraya Julie. 

A finalidade da realização da Feira Livre é proporcionar oportunidade de mercado com retorno rápido e de fácil acesso aos agricultores familiares, bem como a oferta à população de alimentos e peças de artes produzidas no município. É uma iniciativa que valoriza a identidade regional, gera trabalho, ocupação e renda. 
Para a artesã, Eliane Rodrigues, a Feira foi satisfatória. “Ela veio valorizar os artesãos pontenses, esperamos que ela cresça e torne um ambiente agradável, onde os pontenses sintam prazer em participar e comprar os nossos produtos” comenta Eliane. 

Durante o evento os visitantes puderam prestigiar e comprar peças de artesanatos (estandartes, bordados, mandadas de jornais, pano de pratos, caixas de presentes, terços, oratórios etc.), comidas típicas (arroz com pequi, feijão tropeiro, caldos, paçocas, doces e etc.), cachaça artesanal e outras coisas.

Segundo a Extensionista, Imaculada Pena, a Feira se torna uma vitrine onde os artesãos e demais feirantes, têm a oportunidade de expor a sua arte e comercializar os seus produtos. “Esta Feira proporcionou aos feirantes, um lugar adequado para a comercialização da sua produção, criando oportunidades de mercado rápido e de fácil acesso aos agricultores familiares, artesãos e demais feirantes, bem como a oferta à população de alimentos produzidos no município. É uma iniciativa que valoriza a identidade regional, gera trabalho, ocupação e renda que dinamizam a economia do município e consequentemente, a melhoria na qualidade de vida das famílias”, diz a extensionista. 
Na oportunidade da Feira, foi feito sorteios de cestas com produtos da própria feira para as mães que estiveram no evento.

As feiras acontecem uma vez por semana toda quinta-feira, sempre funcionando das 18h até as 23h, justamente para facilitar a vida dos moradores, que estão chegando do trabalho e visitantes.

Gilmar Pereira
Jornalista e escritor

Foto: Ascom

Galeria de Fotos: