18 DE MAIO MARCA O COMBATE À VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

18 DE MAIO MARCA O COMBATE À VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Em todo o país o Dia 18 de Maio marca uma importante luta social, e essa luta vem desde o ano 2000 – momento em que celebra o Dia Nacional de combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

O Dia 18 de Maio não foi escolhido por acaso, existe uma história por trás dela, a data de mobilização foi instituída pela Lei Federal 9.970/2000 com base no "Crime Araceli", ocorrido em 18 de maio de 1973, em Vitória (ES). Na ocasião, a menina Araceli, de 8 anos, sofreu uma série de violências antes de ser assassinada por um grupo de jovens. Os autores do crime nunca foram punidos.

Em São João da Ponte não é diferente, o CREAS – Centro de Referência da Assistência Social em parceria com a Prefeitura Municipal e Assistência Social, realizou nesta sexta-feira (18) uma passeata que teve como objetivo mobilizar movimentos e cidadãos em defesa da causa em toda a cidade.

Durante o percurso da passeata as pessoas e moradores puderam entender a causa e a luta e através de cartazes, faixas, panfletos foram orientados sobre a questão do abuso infantil e sobre as formas de denuncias. Vale ressaltar que a exploração sexual pode ocorrer de quatro formas, sendo elas: em redes de prostituição, pornografia, redes de tráfico e turismo sexual. 

A concentração ocorreu na Praça Olímpio Campos, onde foi ministrada palestras e discussões sobre o tema. As ações do CREAS acontecem desde o início do mês com palestras, oficinas lúdicas teatro nas escolas municipais e estaduais, pois as ações como essas sensibilizam a alunos, comunidades e pais sobre a importância da Proteção à Infância. Todas as ações têm o objetivo central de contribuir a redução de casos de violência e abusos, através do fortalecimento de vínculo, familiares e comunitários.

Para o secretário de Assistência Social, Hudson Aparecido, a passeata buscou conscientizar sobre o abuso da criança e do adolescente, que em muitos casos acontecem e casa e agradece toda a equipe envolvida nela. “Eu parabenizo todos os funcionários dos coletivos, CREAS, CRAS, SCFV e Assistência Social pelo empenho e dedicação na realização dessa manifestação de 18 de Maio. Que essa ação seja o fortalecimento e o aprimoramento dos trabalhos da rede SUAS em nosso município”, comenta o secretário.

Disque-Denúncia

O Disque-Denúncia para casos de violência contra crianças e adolescentes pode ser acionado, gratuitamente, pelo número 100. A ligação é anônima e pode ser feita de qualquer telefone. O serviço recebe denúncias relativas a violações de direitos humanos no geral, não as que envolvem crianças e adolescentes.

Gilmar Pereira
Jornalista e escritor

Ascom

Galeria de Fotos: