São João da Ponte

Histórico

Não existiam dados seguros sobre as origens da cidade de São João da Ponte, sendo atribuídas a dona Joana (ou Maria) Veridiana Cordeiro, que na região viveu por volta de 1840, a fundação da povoação. Dona Joana venerava, numa casinha as margens do córrego Salôbo, uma imagem de São João Batista, imagem que ainda hoje existe na igreja do referido Santo na localidade. No dia 24 de junho, a casinha era visitada por verdadeiras romarias de fiéis que ali iam em homenagem ao Santo. Posteriormente, entre 1850 e 1865, construíram uma ponte sobre o córrego Salôbo e, junto dela, uma capela, tendo como orago São João Batista, originando-se daí a primitiva denominação ou nome do lugar – São João da Ponte Salôbo.

Nessa época, já existiam alguns moradores em derredor da ermida, cuja liderança era exercida por Amâncio Teixeira, negociante vindo de Montes Claros. Os primeiros habitantes da povoação ao que parece, foram Amâncio Teixeira, Elias Rodrigues Cordeiro, Tomé Pereira de Souza, professor Antônio Pereira de Souza, Jerônimo e Joaquim Pereira de Aguiar, Abrão Cezário Câmara e Malaquias Rodrigues Cordeiro. O povoado de São João da Ponte Salôbo, mais tarde, em 1884, sendo elevado à sede de um novo distrito, teve o seu nome simplificado para São João da Ponte, distrito este elevado à categoria de sede municipal em 1943, por Decreto-lei estadual.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de São João da Ponte, pela lei provincial nº 3266, 30- 10-1884, e lei estadual nº 2, de 14-09-1891, subordinado ao vila de Vila de Santana de Contendas

Pela lei estadual nº 319, de 16-09-1901, a vila de Vila de Santana de Contendas tomou a denominação de Vila Brasília.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de São João da Ponte figura na vila de Vila Brasília.

Assim permanecendo nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920. Pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923, a vila de Vila Brasília tomou a denominação de Brasília.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de São João da Ponte figura no município de Brasília ex-vila de Vila Brasília.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31 –XII-1937. Elevado à categoria de município com a denominação de São João da Ponte, pelo decretolei estadual nº 1058, de 31-12-1943, desmembrado do município Brasília. Sede no antigo distrito de São João da Ponte. Constituído de 4 distritos: São João da Ponte, Campo Redondo, Ibiracatu e Santo Antônio de Boa Vista, todos desmembrados do município de Brasília. Não temos a data de instalação.

No quadro fixado para vigora no período de 1944-1948, o município é constituído de 4 distritos: São João da Ponte, Campo Redondo, Ibiracatu e Santo Antônio de Boa Vista. Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 4 distritos: São João da Ponte, Campo Redondo, Ibiracatu e Santo Antônio de Boa Vista.

Pela lei nº 1039, de 12-12-1953, foram criados os seguintes distritos: Varzelândia (expovoado de Várzea) com terras desmembradas do distrito de Campo Redondo e anexado ao município de São João da Ponte; Bonança (ex-povoado de Palmeiras do Norte), criado com terras desmembradas do distrito de Ibiracatu e anexado ao município de São João da Ponte; Condado do Norte (ex-povoado de Condado), criado com terras desmembradas do distrito de Santo Antônio da Boa Vista e Lontra (ex-povoado) criado com terras desmembradas do distrito de Santo Antônio da Boa Vista e anexado ao município de São João da Ponte.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 8 distritos: São João da Ponte, Bonança, Campo Redondo, Condado do Norte, Ibiracatu, Lontra, Santo Antônio da Boa Vista e Varzelândia. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei estadual nº 2764, de 30-12-1962, desmembra do município de São João da Ponte os distritos de Varzelândia, Bonança, Campo Redondo e Ibiracatu, para constituir o novo município de Varzelândia. Sob a mesma lei estadual acima citada é criado o distrito de Simão Campos e anexado ao município de São João da Ponte.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 5 distritos: São João da Ponte, Condado do Norte, Lontra, Santo Antônio da Boa Vista e Simão Campos. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 31-XII-1971.

Pela lei estadual nº 6769, de 13-05-1976, foram criados os distritos de Umbuzeiro e Olímpio Campos (ex-povoado de Brejo Grande) e anexados ao município de São João da Ponte. Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 7 distritos: São João da Ponte, Condado do Norte, Lontra, Olímpio Campos, Santo Antônio da Boa Vista, Simão Campos e Umbuzeiro.

Fonte